17 out 2017

AÇÕES PARA ACESSIBILIDADE

Atua através de uma comissão para acessibilidade que já idealizou e realizou campanhas e projetos bem como proposições de ações civis públicas para adequação dos espaços públicos nas três esferas de governo visando à garantia de acessibilidade em prédios públicos e transportes coletivos.

Foram inúmeras as ações contra a União para adequar a agência do INSS; a Delegacia de Polícia Federal, o prédio da Justiça Federal em Uberlândia e para adequar o sistema de transporte coletivo interestadual;

Contra o Estado de Minas Gerais para adequar o sistema de transporte coletivo intermunicipal e os Anexos que abrigam o Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais;

Fez uma representação à OEA – Organização dos Estados Americanos contra o Estado de Minas Gerais motivada pela manutenção do funcionamento da Justiça em prédios inacessíveis por mais de três anos em Uberlândia.

Em 01/05/2007 – Conselho Nacional de Justiça com base no pedido de providências feito pela APARU decide que os tribunais de todo o país enviem ao Conselho um estudo sobre a acessibilidade nos locais onde funcionam as dependências do Poder Judiciário.

Contra o Município de Uberlândia para adequar o sistema de transporte coletivo municipal.

Em 29/05/2001 a Justiça determina que os ônibus sejam adaptados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *